Recorrência do câncer de mama – saiba mais!

Algumas mulheres que já tiveram câncer de mama em algum momento da vida, podem voltar a ter novas manifestações da doença no futuro. E quando isto acontece, dizemos que o quadro se trata de uma recorrência do câncer de mama.

Mas afinal, do que se trata exatamente a recorrência do câncer de mama? Como fazer para detectar o câncer de mama? E como tratar essa recorrência?

É exatamente sobre isso que trataremos nesse artigo. Por isso, continue sua leitura e veja mais sobre o que é, como identificar e o tratamento adequado a se fazer nos casos de recorrência do câncer de mama.

O que é?

A recorrência do câncer de mama corresponde a uma condição na qual a doença volta a ocorrer, afetando o organismo na mesma região de antes ou então em outras partes do corpo.

Quando a recorrência se dá na mama, dizemos se tratar de uma recidiva local. Agora, quando acomete outros órgãos, dizemos que se trata de uma recidiva à distância.

Na maior parte dos casos de câncer de mama, o paciente consegue obter a cura. E nos caso de recorrência do câncer de mama, mesmo com a recidiva da doença, as chances de cura são as mesmas. A única diferença nesse caso é que houve a recorrência por se tratar de um tumor mais agressivo e que necessita de mais tratamento.

Além disso, vale ressaltar que nos casos de recidiva a distância é preciso ficar muito atento ao quadro. Quando o câncer retorna em outra parte do corpo é necessário adotar o tratamento considerando o local que o câncer afetou, bem como o tipo de tumor.

Como detectar o câncer de mama?

Detectar uma recorrência do câncer de mama não é tão complicada. Isso porque elas geralmente se apresentam da mesma forma que a doença em sua origem. Ou seja, trata-se da presença de nódulos irregulares ou pequenos caroços na mama.

A identificação de assimetrias em exames de imagem também é um sinal que ajuda a detectar a recidiva.

Para mulheres que já tiveram câncer de mama é indispensável realizar mamografia todos os anos. Aliado a mamografia, também é importante fazer exames complementares como ultrassom ou ressonância magnética.

Tratamento para recorrência do câncer de mama

Basicamente, o tratamento para recorrência do câncer de mama segue os mesmos preceitos da doença original. No entanto, existem algumas peculiaridades que vale a pena destacar.

Via de regra, o tratamento para câncer de mamãe é a cirurgia. A única ressalva é que em casos de recorrência, não se recomenda a quadrantectomia.

Isso porque, neste procedimento é exigido a realização da radioterapia e no tratamento do câncer de mama, ele também é necessário para evitar novas recidivas. Como o organismo não suporta duas radioterapias no mesmo local, somente a mastectomia é recomendada.

Assim como nos casos de câncer de mama inicial, a reconstrução mamária após a mastectomia pode ser feita também nos casos de recidiva local. Na dúvida, consulte seu médico e veja com ela a melhor abordagem terapêutica para seu caso!

Gostou desse texto? Para outros conteúdos relevantes acesse aqui!